Precisamos entender que os ministérios que exercemos na Igreja são meios através dos quais Deus nos usa para nosso próprio crescimento, edificação do Corpo de Cristo e expansão do Reino de Deus aqui na terra. É fundamental que haja integração entre todos os ministérios da igreja. Na verdade, trata-se de uma divisão de serviços para melhor utilização e otimização dos dons concedidos pelo Espírito Santo à Igreja de Jesus Cristo.

Quando pensamos em crescimento, acreditamos que todas as Igrejas que crescem são lideradas por pessoas que esperam que suas igrejas cresçam. A igreja só irá crescer quando estiver bem internamente. Só quando houver saúde no corpo – a Igreja – é que, naturalmente, ela vai alcançar a bênção da multiplicação (I Co 12).

Paulo em sua carta aos Efésios, no capítulo 4.7-16, fala de como devemos viver na igreja, na busca de um crescimento espiritual constante, a fim de que, juntos, como membros do Corpo de Cristo, promovamos uma vida saudável dentro da Igreja. Olhem o verso 16: “de quem todo corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu crescimento para edificação de si mesmo em amor”.

Paulo nos fala, então, de como podemos promover a saúde da igreja, através do crescimento espiritual de cada membro do corpo, que vai gerar amadurecimento pessoal, possibilitando, portanto, um relacionamento saudável entre os irmãos que também fazem parte do Corpo. É no abandono de práticas erradas e no exercício de uma nova vida que geramos crescimento pessoal e comunitário (Ef. 4.17, 5.1-21).

Saiba mais sobre os  MINISTÉRIOS que exercemos em nossa igreja.